Suíça diz #EleNão para Bolsonaro

Dienstag, 22. Januar 2019
Administrator

#EleNão, disseram hoje claramente ativistas da organização Campax através de um banner aberto no importante viaduto Landwasser. A espetacular ação dirigiu-se contra a visita do presidente de (extrema-)direita do Brasil, o ex-militar Jair Bolsonaro, ao FEM em Davos.

Esta manhã, às 11h30, ativistas engajados da Campax desdobraram um enorme banner no mundialmente famoso viaduto Landwasser, em Filisur.

Com o #EleNão, o hashtag popular no Brasil que se tornou símbolo da resistência ao presidente Bolsonaro, a Campax e outros milhares de suíços e suíças demonstram sua solidariedade com a resistência no Brasil contra Bolsonaro e sua política anti-humana e anti-ambiental. Antes das eleições, Bolsonaro destacou-se por sua admiração pela ditadura militar que sufocou o Brasil até 1985 e por suas observações desrespeitosas contra mulheres, pessoas negras e minorias sexuais. Também revelou uma visão exploradora da Amazônia: em vez de proteger a maior floresta tropical ainda existente, aquela que contém o maior número de espécies, ele quer entregá-la à agroindústria, às empresas exploradoras de matérias-primas e aos madeireiros. Isto à custa das pessoas que vivem lá de forma sustentável há milhares de anos: Os povos indígenas da Amazônia. As consequências da sua política seriam devastadoras: a extinção de culturas humanas valiosas, a extinção irreversível de um imenso número de espécies vegetais e animais e - as consequências globais mais graves chegariam inclusive até à Suíça – um forte aceleramento do aquecimento global.

Em poucos dias, 15.000 pessoas assinaram a petição "Proteja as florestas tropicais amazônicas e os povos indígenas!” A petição é dirigida ao Conselheiro Federal Ueli Maurer e pede que ele, durante uma reunião com o presidente Bolsonaro no FEM, exija enfaticamente a proteção da Amazônia e dos povos indígenas do Brasil.

"Falar sobre acordos de livre comércio não é suficiente", disse Andreas Freimüller, diretor-geral da Campax, esta manhã em Filisur. "Para que servem os acordos de livre comércio se o parceiro comercial da Suíça torna-se insuportável devido a violações dos direitos humanos ou crimes ambientais?”

A Campax quer que o Conselheiro Federal Maurer entregue a petição pessoalmente a Bolsonaro durante o FEM em Davos.

 
 

Die Schweiz sagt #EleNão zu Bolsonaro

Die Schweiz sagt #EleNão zu Bolsonaro fast forward from Campax on Vimeo.

Video:

https://d.pr/v/dq7Dm3 Gecy Marty Protest Portugese

 

https://d.pr/v/cflKyF Statement german Andreas Freimueloler

 

https://d.pr/v/qM86hG drone footage short

 

https://d.pr/v/JKL3FQ pulling the banner up

 

https://d.pr/v/h5PqVV banner hanging steady short

 

https://d.pr/v/XuPVv3 statement andreas freimueller english

 

 

 

 

 

 

 

 

Kontakt